sábado, 27 de agosto de 2016

São Raimundo Nonato - 31 de Agosto




São Raimundo Nonato, modelo de santidade

O santo se tornou modelo para todo vocacionado à santidade e ao resgate das almas
Por ter encontrado dificuldades para vir à luz, é invocado como patrono e protetor das parturientes e das parteiras (seu nome significa “não nascido” porque foi extraído vivo das entranhas da mãe já morta).
São Raimundo Nonato nasceu na Espanha, em Portel, na diocese de Solsona (próximo a Barcelona) no ano de 1200. Ainda menino, teve de guardar o gado e, durante seus anos de pastor, visitava constantemente uma ermida de São Nicolau, onde se venerava uma imagem de Nossa Senhora de quem era devotíssimo.
Conta-se que, durante as horas que passava aos pés de Maria, um anjo lhe guardava o rebanho. Desde jovem, Raimundo Nonato percebeu sua inclinação à vida religiosa. Seu pai buscou, sem êxito, impedi-lo de corresponder ao chamado vocacional. Ao entrar para a Ordem de Nossa Senhora das Mercês, pôde receber do fundador: São Pedro Nolasco, o hábito. Assim, tornou-se exemplo de ardor na missão de resgatar das mãos dos mouros, os cristãos feito escravos.
Certa vez, São Raimundo conseguiu liderar uma missão que libertou 150 cristãos, porém, quando na Argélia acabaram-se os recursos para o salvamento daqueles que corriam o risco de perderem a vida e a fé, o Missionário e Sacerdote Raimundo, entregou-se no lugar de um dos cristãos. Na prisão, Raimundo pregava para os muçulmanos e cristãos, com tanta Unção que começou a convertê-los e desse modo sofreu muito, pois chegaram ao extremo de perfurarem os seus lábios com um ferro quente, fechando-os com um cadeado. Foi mais tarde libertado da prisão e retornou à Espanha.
São Raimundo Nonato, morreu em Cardona no ano de 1240 gravemente doente. Não aguentou atingir Roma onde o Papa Gregório IX queria São Raimundo como Cardeal e conselheiro. O seu corpo foi descansar na mesma ermida de São Nicolau em que orava nos seus anos de pastor.
São Raimundo Nonato, rogai por nós!
http://santo.cancaonova.com/santo/sao-raimundo-nonato-modelo-de-santidade/

São Raimundo Nonato

São Raimundo Nonato
1200-1240
Raimundo nasceu em Portell, na Catalunha, Espanha, em 1200. Seus pais eram nobres, porém não tinham grandes fortunas. O seu nascimento aconteceu de modo trágico: sua mãe morreu durante os trabalhos de parto, antes de dar-lhe à luz. Por isso Raimundo recebeu o nome de Nonato, que significa não-nascido de mãe viva, ou seja, foi extraído vivo do corpo sem vida dela.
Dotado de grande inteligência, fez com certa tranqüilidade seus estudos primários. O pai, percebendo os dotes religiosos do filho, tratou de mandá-lo administrar uma pequena fazenda de propriedade da família. Com isso, queria demovê-lo da idéia de ingressar na vida religiosa. Porém as coisas aconteceram exatamente ao contrário.
Raimundo, no silêncio e na solidão em que vivia, fortificou ainda mais sua vontade de dedicar-se unicamente à Ordem de Nossa Senhora das Mercês, fundada por seu amigo Pedro Nolasco, agora também santo. A Ordem tinha como principal finalidade libertar cristãos que caíam nas mãos dos mouros e eram por eles feitos escravos. Nessa missão, dedicou-se de coração e alma.
Apesar da dificuldade, conseguiu o consentimento do pai e, finalmente, em 1224, ingressou na Ordem, recebendo o hábito das mãos do próprio fundador. Ordenou-se sacerdote e seus dotes de missionário vieram à tona, dedicando-se nessa missão de coração e alma. Por isso foi mandado em missão à Argélia, norte da África, para resgatar cristãos das mãos dos muçulmanos. Conseguiu libertar cento e cinqüenta escravos e devolvê-los às suas famílias.
Quando se ofereceu como refém, sofreu no cativeiro verdadeiras torturas e humilhações. Mas mesmo assim não abandonou seu trabalho. Levava o conforto e a Palavra de Deus aos que sofriam mais do que ele e já estavam prestes a renunciar à fé em Jesus. Muitas foram as pessoas convertidas por ele, o que despertou a ira dos magistrados muçulmanos, os quais mandaram que lhe perfurassem a boca e colocassem cadeados, para que Raimundo nunca mais pudesse falar e pregar a doutrina de Cristo.
Raimundo sofreu durante oito meses essa tortura até ser libertado, mas com a saúde abalada. Quando chegou à pátria, na Catalunha, em 1239, logo foi nomeado cardeal pelo papa Gregório IX, que o chamou para ser seu conselheiro em Roma. Empreendeu a viagem no ano seguinte, mas não conseguiu concluí-la. Próximo de Barcelona, na cidade de Cardona, já com a saúde debilitada pelos sofrimentos do cativeiro, Raimundo Nonato foi acometido de forte febre e acabou morrendo, em 31 de agosto de 1240, quando tinha, apenas, quarenta anos de idade.
Raimundo Nonato foi sepultado naquela cidade e o seu túmulo tornou-se local de peregrinação, sendo, então, erguida uma igreja para abrigar seus restos mortais. Seu culto propagou-se pela Espanha e pela Europa, sendo confirmado por Roma em 1681. São Raimundo Nonato, devido à condição difícil do seu nascimento, é venerado como Padroeiro das Parturientes, das Parteiras e dos Obstetras.
FONTE: Paulinas em 2015


São Raimundo Nonato

São Raimundo Nonato nasceu em Portel, Espanha. Quando São Pedro Nolasco, a 10 de agosto de 1218, dava início à Ordem das Mercês para a redenção dos escravos, com rito solene na Catedral de Barcelona, da qual era cônego o amigo e conselheiro Raimundo de Penafort, entre os fiéis estava também o moço de dezoito anos, Raimundo, chamado Nonato porque foi extraído do corpo da mãe morta no parto. Filho de família pobre, quando menino foi pastor de rebanhos. Vestiu o hábito dos mercedários aos vinte e quatro anos de idade, seguindo o exemplo do fundador, se dedicou à libertação dos escravos da Espanha ocupada pelos mouros e à pregação no meio deles. No ano de 1226 chegou até a Argélia e entregou-se como escravo, a fim de consolar e animar pela fé os prisioneiros e trabalhar pela sua libertação. Este gesto parece natural a que chega a caridade heróica de um santo que vive o Evangelho integralmente.
São Raimundo ficou vários meses como refém e submetido a reiteradas e cruéis malvadezas, continuou pregando o Evangelho e seus perseguidores chegaram ao ponto de furarem a ferro quente os seus lábios e os trancaram com um cadeado, para impedir que ele continuasse denunciando as injustiças e proclamando o Evangelho. Foi finalmente resgatado e muito debilitado retornou à Espanha. O Papa Gregório IX quis render-lhe uma homenagem pública por tão grandes virtudes conferindo-lhe em 1239, apenas libertado, a dignidade cardinalícia, convocando-o como conselheiro. Pôs-se em viagem, para atender ao convite do Papa, mas pouco depois uma febre violentíssima o atingiu e morreu em 31 de agosto de 1240 em Cardona, perto de Barcelona. Foi sepultado na Igreja de São Nicolau, que a popular devoção do santo, inserido do Martirológio Romano em 1657 pelo Papa Alexandre VII.
Pela sua difícil vinda à luz do mundo, São Raimundo Nonato é invocado como o patrono e protetor das parturientes e das parteiras.
São Raimundo Nonato socorrei a todas as parturientes e os Recém-nascidos pela graça e amor de Deus.
FONTE: calicanet em 2013

São Raimundo Nonato, Presbítero

São Raimundo veio ao mundo milagrosamente, pois foi extraído do ventre materno quando sua mãe jazia morta. Ao crescer, seu pai o enviou a Barcelona onde o jovem se dedicou aos estudos e a cultivar uma vida piedosa. Retornou a seu povo natal por ordens de seu pai, mas ao pouco tempo retornou a Barcelona ao saber da vida e obras do Pe. Pedro Nolasco, quem estava nos preparativos de fundar uma Ordem religiosa para a redenção dos pobres cativos quem era levados a masmorras na África.
O santo ficou imediatamente sob as ordens e guia espiritual do Pe. Nolasco, e se dedicou a fazer obras de caridade pelas ruas, domicílios particulares, e sobretudo nos hospitais. Por último, entregou-se em troca de um pobre cativo e permaneceu nos cárceres da Argélia, onde padeceu grandes sofrimentos por amor ao Jesus Cristo e a seus irmãos os homens.
Pregou com muito ardor a Palavra de Deus, que para evitá-lo, os mouros lhe puseram um cadeado em sua boca. Faleceu em 1240.

São Raimundo Nonato Abúndio

Nascimento10 de Agosto de 1204
Local nascimentoPortell/ Catalunha - Espanha
OrdemCardeal e fund. da Ordem das Mercês
Local vidaBarcelona/ Espanha
EspiritualidadeNonato, significa não nascido, porque foi retirado do ventre de sua mãe já morta. Nascido de família pobre, foi pastor de rebanhos quando menino. Quando jovem, foi a Barcelona e entrou na, ou mercedários, fundada por São Pedro Nolasco, passando a dedicar toda sua vida à libertação dos escravos: chegou até a entregar-se como um deles na Argélia (África) em 1226, com o objetivo de animar os prisioneiros a trabalhar pela libertação. Com essa atitude, São Raimundo a muitos incomodou, desencadeando diversas perseguições. Para impedir que continuasse denunciando as injustiças e pregando o Evangelho da Libertação, seus perseguidores furaram-lhe os lábios e trancaram com um cadeado. Depois de resgatado, foi proclamado cardeal e conselheiro particular pelo papa Gregório IX, e acabou por falecer com a saúde arruinada em 1240. Pela sua difícil vinda ao mundo, é invocado como o protetor das parteiras. Seu culto estendeu-se popularmente na Espanha e na América espanhola.
Local morteEm viagem para Roma
MorteNo ano de 1240, aos 36 anos de idade
Fonte informaçãoSanto Nosso de cada dia, rogai por nós
OraçãoDeus, nosso Pai, com o testemunho vivo, sincero e autenticamente evangélico de sua vida, São Raimundo honrou e dignificou o nome daquele que é o Senhor da Vida e deseja que todos os homens sejam respeitados na sua liberdade e dignidade humana. Fazei que também nós sigamos o exemplo de São Raimundo Nonato, colocando-nos de corpo e alma na defesa da vida, na luta por melhores condições de trabalho, pelos direitos inalienáveis da pessoa humana, criada à imagem e à semelhança de Deus. Que saibamos, nós também, denunciar e anunciar o vosso Evangelho de Libertação e de Esperança, o vosso Reino onde não haja senhores nem escravos, mas todos sejam irmãos e filhos de um mesmo Pai, que sois vós.
DevoçãoLibertação dos Escravos, pregação dos santos Evangelhos
PadroeiroDas parteiras e empregados muito mau tratados
Outros Santos do diaOutros santos do dia: Adolfo, Agnofelda, Albertino, Arídtides, Marciano, Anolfo, Belmundo (ab); Cesídio (mr); Cutburga (ab); Diácomo, João, Lázaro (ab); Leonardo, Optato, Quemburga (ab); Teódoto, Rufina e Amnia, Domingos del Val (mrs).
FONTE: ASJ EM 2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário